RedeDicas.com
PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO

Hábitos primordiais que você deveria eliminar

Nossos pais sempre dizem entender melhor de certas situações, especialmente quando se trata de dinheiro.

Então, crescemos com eles e acabamos aprendendo diversos hábitos e conceitos financeiros.

Mas diante de todas essas práticas que nos foram ensinadas, nem sempre são favoráveis para nossa realidade.

Confira alguns maus costumes que você pode ter, descuidadamente, instituído de seus familiares:

PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Investir em si;
  • Comprar uma casa;
  • Não usar cartão de crédito;
  • Cuidado na hora de investir;
  • Carregar saldo para criar mais limite.

Para saber um pouco mais sobre cada um desses hábitos, confira o artigo abaixo!

1. Investir em você

Antes de mais nada, é importante que faça um investimento em si, para que possa construir um trato com seus proventos.

Se cuidar é reservar uma quantia de sua remuneração, onde lhe possibilitará diversas oportunidades que faça o seu dinheiro trabalhar ao seu favor.

Este valor, deverá ser armazenado e não utilizada no dia a dia (muito menos para pequenas despesas). Para que rentabilize, é preciso que fique intocável.

PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO

Portanto, procure algumas alternativas de investimento e deixe que sua renda tenha uma lucratividade.

2. Comprar uma casa

Comprar a casa própria está na lista dos maiores desejos dos brasileiros. Mas deve-se ficar atento ao adquirir um imóvel, pois, isso pode exigir um compromisso a longo prazo.

Primeiramente, é conveniente tomar muito cuidado e fazer um bom planejamento, para que seu grande sonho não se torne uma dor de cabeça.

No Brasil, o juros para a obter uma residência pode ser baixo, até porque o benefício é a garantia da aquisição. As taxas variam entre 6,5% e 12% para o financiamento em uma imobiliária.

Leia também:  Quais são os Segredos dos Milionários

Entretanto, as tarifas são para tributos subsidiados nos programas do governo. De qualquer forma, fique atento a suas elevações.

3. Não use cartão de crédito

A grande recessão, juntamente com os crescentes saldos de empréstimos estudantis, fez com que as gerações mais antigas desacreditassem nos cartões.

Mas estes produtos não são inteiramente negativos. Só que claro, usado imprudentemente, pode sim causar grandes problemas para o seu bolso.

Ao contrário, pois ao ser usado sabiamente, ele pode ser uma das melhores maneiras de se consumir com maiores prazos.

Além disso, o meio de pagamento é o único no mercado que pode lhe oferecer programas de pontos, milhas ou uma porcentagem do dinheiro de volta.

4. Cuidado na hora de investir

Décadas atrás, era possível transformar um grande lucro poupando um pouco mais. Dessa forma, não se pode construir riqueza sem fazer nenhuma economia.

É recomendado que tenha uma reserva de emergência equivalente de quatro à seis meses, que estejam de acordo com o total de suas despesas atualmente. Porém, é importante que faça aplicações em ativos que você considera relevantes para sua carteira.

Felizmente, existem algumas maneiras de baixo risco para aumentar o seu dinheiro, como suas contribuições, conta de aposentadoria individual on-line, e alguns outros índices.

5. Carregar saldo para criar mais limite

Este é um dos mitos mais comuns do dinheiro, então não fique bravo com seus pais se eles lhe passaram esse conceito.

Ao contrário da crença popular, você não precisa girar um saldo mensalmente para aumentar seu limite.

Em vez disso, pague todas as despesas que tiver para evitar juros e valores inoportunos.

Leia também:  Cartão Digio → Melhor que Nubank?

O simples ato de realizar os pagamentos dentro do vencimento, juntamente com a fatura do cartão, será o suficiente para eliminar custos.

PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO
PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO

Categorias

Pernambucanas!

Ponto Frio!